<

Um cozinha um pouco aqui, outro rala a panela ali. Uma cerva chega na sacola térmica e vai fazer companhia as outras, que já estavam no congelador. É assim que se faz um domingo de primeira.E com comida boa. Aproveito prá dar essa receita que peguei num site de cervejeiros recentemente. Dou a minha versão desse Buraco Quente.

 

IMG_3171[1]

 

O Buraco Quente original, que faz sucesso em muitos bares paulistas, é feito com carne moída. A origem é portuguesa ou alemã. Há controvérsias. A minha versão levou alcatra, mas acho que fica melhor ainda com uma maminha ou fraldinha, já que alcatra quase não tem gordura e, nesse caso, ela pode ser benvida.

 

BURACO QUENTE

700 gramas de alcatra

uma cerveja preta barata (pode ser a velha malzibier ou uma Xingu, e não rime)

um pedaço de toucinho 

um pedaço de bacon

um pimentão

louro

noz moscada

três dentes de alho

uma cebola

 azeite

salsinha

uma pimenta de cheiro

 

COMO FAZER

Esquente a panela e tire a gordura da barriga de porco , um fio de azeite e coloque os alhos. Sele os pedaços de alcatra e reserve. Jogue a cebola,o bacon e o pimentão bem picadinhos e raspe com uma colher de pau todo resíduo da carne que grudou na panela. Volte a carne na panela e despeje a cerveja e o louro. Deixe cozinhando em fogo baixopor uns 10 minutos.Complete com água, se necessário, e leve prá pressão por uns 40 minutos. Desfie, raspe noz moscada e jogue a pimenta picadinha sem sementes. Deixe reduzir e sirva a carne em metades de pão francês (de sal). Polvilhe com salsinha.

IMG_3170[1]

 

A gente bebeu uma schwarzbier alemã , lager pero con propriedad, que cortou bem legal o sal e untuosidade do Buraco.

O prato principal foi feito pela Dona Paula : um belíssimo Arroz de Braga (Vinoteca/Alphaville) com uns chouriços espanhóis com muita personalidade. Este ícone português desceu acompanhado de algumas Heinekens.  

IMG_3172[1]

 

Ainda teve muita cerveja…

IMG_3187[1]

 

O sabor forte do Queijo de Cabra Defumado, com essa IPA season californiana, ficou ainda mais claro na boca.

IMG_3176[1]

A sobremesa, Mousse de Chocolate, caiu bem com a Travessia , da Theresópolis. Não tinha experimentado esta Tripel que ficou massa com o mousse.

IMG_3177[1]

E a cerveja da noite foi esta artesanal italiana prá quem valoriza “personalidade”. Acética,refrescante e licorosa, a Nora (Baladin) me surpreendeu por mostrar uma “patada” de alcoolicidade. Pesquisei depois e vi que , entre as peculiaridades desta ale, está um cereal egípcio : o kamut.  “- Prazer papapagaio !”

Egípcia ou não, é fabulosa…

iIMG_3179[1]

INESQUECÍVEL COMO A AMIZADE.

IMG_3183[1]

ABRAÇO

PANÇA CHEIA

SAUDAÇÕES  

 

Salvador, 22 de fevereiro de 16

Imagine um Bolo de Milho Cremoso. Para acompanhar Calda de Jenipapo Caramelizado e outra de pedaços de Coco. Pois é, esta foi a receita criada pelo Jô da Bahia, apelido Jomar Garcia : um ser humano cuja alegria é proporcional ao porte físico. Imensa !!!

DSCN5632[1]

 

O Jô tem um pequeno restaurante no bairro de São Caetano para onde atrai gente interessada num clima de bistrô e não tem pressa para receber seu prato.Antes deguste uma das roskas especiais da casa e relaxe. Peça uma empada, seja qual for o recheio, a massa é de impressionante leveza. E tudo o que sai das mãos gordas deste amigo, em fase de emagrecimento, merece respeito.

DSCN5631[1]

 

Aliás a empada de nata e bacalhau fez parte do prato campeão do Comida di Buteco 2012, o Flor de Tieta. É o prato aí embaixo.

flor

 

Então o cara entra no Panela de Bairro com status. Olha só o detalhe da calda de coco que vai ornamentar o Bolo de Milho. Tá linda a cor né ? O fotógrafo aqui ajudou, rsrsrsr….

DSCN5625[1]

 

O Jô vai pegar de cara a Raquel do Vale das Pedrinhas (veja no post anterior). Ela é outra fera que participou do concurso do Fantástico quando o programa comemorou 30 anos. O bolo dela representou o Nordeste na época e ficou me terceiro lugar. Então é briga de cachorro grande !!!

DSCN5616[1]

 

E o mais legal dessa história é que você escolhe o campeão. Pode votar quantas vezes quiser ! A votação será aberta no g1.com.br/bahia assim que a reportagem com o terceiro concorrente for exibida no Bahia Meio Dia, sábado, dia 27.

A reportagem com o JÔ e a receita , passo a passo, você acompanha próximo sábado, no Bahia Meio Dia !!

ABRAÇO

PANÇA CHEIA

SAUDAÇÕES !!!

 

 

 

 

Salvador, 15 de junho de 15

Imagina o Brasileirão deste ano repetindo os 3 primeiros colocados do ano passado. É possível , mas de uma improbabilidade extrema ! Foi o que aconteceu ontem na entrega dos prêmios do Comida di Buteco 2015 : em terceiro, Siri Cascudo (Bacalhau da Vovó); em segundo, Boteco do Piri (Sertão virou Mar); e em primeiro, Caranguejo do Pascoal ( Ôxe Mainha ! ).

DSCN5523[1]

Os irmãos Jorginho e Lu durante o discurso do campeão : Caranguejo do Pascoal.

DSCN5273[1]

Prato Campeão : OXÊ MAINHA ! Fricassê de camarão com coco de Itapuã aos cremes especiais da Dona Lourdes.

 

DSCN5542[1]

Piri, que contou a história dele no prato, teve uma equipe competente e um prato que uniu a culinária sertaneja e praiana

DSCN5526[1]

Roberto e Dayse (Siri Cascudo) mandaram bem com um Pudim de bacalhau.

 

 

 

Só quem já acompanhou a visita da organização aos bares, que acontece geralmente uma semana após a premiação para entrega da pontuação geral, sabe como é acirrada esta disputa. As posições são disputadas por décimos de ponto. Por isso a surpresa ! Lembrando que a aferição é totalmente idônea, feita pelo Instituto Vox Populi, que este ano deu só uma pisadinha na bola, não apresentando quarto e quinto lugares no momento da premiação. Mas o resultado chegou no meio da festa e foi apurado por este vos tecla. E foram dois estreantes entre os 5 melhores butecos de Salvador : em quarto, Mistura Perfeita ( É o Tchan da Bahia ); e em quinto, Armazém 25 ( Fumeiro Imperador). Sinal de que a galera que entrou este ano está mandando muito bem.

DSCN5404[1]

A galera do Mistura Fina, estreeou e já ficou em quarto. A foto é de quando visitei o bar e topei por lá com o Piri, segundo colocado

IMG_2341[1]

Taíse (Armazém 25), outra dona de buteco que entrou no concurso por cima, já entre os 5 melhores

O Boteco do King, também estreante, levou o prêmio do bar que vendeu mais cerveja da marca patrocinadora.

DSCN5576[1]

King (Boteco do King), canto esq., mostrou que ninguém vendeu mais cerveja que ele este ano

E dois papa-prêmios, que todos os anos em que participaram já subiram ao palco,  também “beliscaram” este ano :  Dona Eva (no premio do patrocinador, com um queijo empanado em Doritos, delicioso de acordo com todos com quem conversei ).

 

O queijo foi um sucesso. Feeling do Wagner, que “pescou” o fornecedor de um bate-papo entre chefs no bar dele.

 

DSCN5553[1]

Neide (A Venda), “Miss Maniçoba”; e Wágner (Dona Eva), que soube escolher o queijo certo prá receita ganhadora

O Espaço da Neya,  outro papa-título, venceu com o maior número proporcional de votos (média tirada dos votos pela quantidade de garçons )

DSCN5575[1]

Neya (Espaço da Neya), no cantinho, com os ganhadores do caranguejo do Pascoal. Ela provou que tem a equipe que mais ganha voto no concurso

É isso !!!

Dos 30 bares, experimentei 22… Prometo me esforçar mais  ano que vem, rsrsrsr

ABRAÇO

PANÇA CHEIA

SAUDAÇÕES !!!

 

Salvador, 27 de maio de 15

 

1.COMIDA

Sai nesta terça-feira, dia 26, o campeão do Comida di Buteco 2015 ! Foram 30 butecos empenhados em fazer bonito nos quesitos higiene, temperatura da bebida, atendimento e, principalmente, sabor do prato concorrente. Esses caras já sentiram o quanto crescem profissionalmente quando participam do concurso. A rapaziada mandou bem fazendo pratos, como este aí debaixo, o BANANACAR (Bolinho de Banana da Terra com Recheio de Carne do Sol).

DSCN5439[1]

Foi o petisco do Bar do Jonas. Seu Zé (irmão do saudoso Jonas) é quem toca a budega sempre cheia de gente. Além do petisco deste ano, que estava sequinho por fora e suculento por dentro, o bar tem um Mocotó imperdível servido sempre às quintas.

DSCN5442[1]

Este post é uma singela homenagem a estas figuras que dão duro todas as noites, inclusive  nos fins de semana, para servir clientes ávidos de “geladas”, roskas e tira-gostos. Ao longo de 8 anos de concurso fiquei amigo de uma boa parte deles e por um simples motivo : a identificação com quem batalha neste ramo. Cresci neste meio ! Comecei a “carreira” acompanhante levado por meu pai, um frequentador assíduo de butecos quando ainda morava em São Paulo,  e mais tarde (aos 10 anos), no momento em que Seu Fifi montou o próprio bar e restaurante em Santa Bárbara D’Oeste, interior de SP. Até o fim da vida, meu pai ainda teve mais 2 bares, por isso sei do que estou falando, rsrsrs.

Seu Zé é um veterano do concurso ! Mas, como num imenso bar de verdade, no Comida di Buteco, todos os anos chegam mais amigos !!!. A galera aí debaixo é estreante.

DSCN5404[1]

Nesse dia estava presente também o Piri, do Boteco do Piri, na Pituba/Nordeste

A história é muito interessante. 5 dos 6 sócios (3 casais), trabalhavam no mais famoso bar da Mouraria (Koisa Nossa , Os Internacionais, da Dona Eliene, já campeã do concurso). Um dia resolveram montar o próprio negócio, o Mistura Perfeita ,que este ano estreou com o petisco É o Tchan da Bahia (Camarão na chapa com queijo coalho e abacaxi grelhado). A Darlene, a Rita e a Denise dão duro ao lado dos maridos que ficam na “linha de frente” do atendimento. Eles serviram muito , durante o período do concurso, este camarão que veio no ponto, sobre fatias de abacaxi grelhadas com queijo coalho numa mistura que agradou pela simplicidade e harmonização.

RSCN5414[1]

 

A DIVULGAÇÃO DO CAMPEÃO ACONTECE NESTA TERÇA À NOITE, NUMA FESTA FECHADA, EM PATAMARES…

AGORA É ESPERAR O GRANDE VENCEDOR QUE VOCÊ VAI ENCONTRAR AQUI NO RALANDO A PANELA !!!

ABRAÇO

PANÇA CHEIA

SAUDAÇÕES !!! 

 

 

 

Salvador, 22 de maio de 15

 

 

 

 

 

 

 

DSCN5445[1]

Tá bonito né ? E gostoso… rsrsrs

Esta SENSAÇÃO DO MAR (Salada de polvo, camarão, manga, pimenta rosa e mix de temperos), do Point do Caranguejo do Costa Azul, foi o prato elaborado pela Juliana, aí embaixo, para participar do Comida di Buteco,este ano. Modéstia à parte, o Point, já tinha sido descoberto por este que vos tecla. Foi ao ar pela primeira vez no Rede Bahia Revista. E daí, para ser selecionado para o concurso, foi um pulo.

Point do Caranguejo_Juliana.

A história da Juliana é bem legal ! O pai e a mãe já tinham o butequinho por vários anos. A família conseguiu uma clientela fiel graças ao bom atendimento e a variedade de pratos. A filha já ia virando engenheira, quando decidiu mudar tudo e seguir a Gastronomia. Já investiu em um novo empreendimento na Orla e continua “tocando” com galhardia o Point !!!

Local

Rua do Rouxinol, 142 – Imbui

Fone

(71) 3232-9978

Horário

Terça a Sexta: 17h às 23h
Sábado: 14h às 23h
Domingo e Feriado: 13h às 22h

 

ABRAÇO

PANÇA CHEIA 

SAUDAÇÕES !!!

Salvador, 08 de maio de 15

O Pequi é um fruto do Cerrado muito usado na culinária goiana no preparo da famosa Galinhada com Pequi e também no arroz. Ele tem polpa amarela e , costumo dizer, é como aquele manjado slogan dos milicos (nos “esquecíveis” anos 70 , da ditadura Garrazastusiana) : Brasil ! Ame-o ou Deixe-o !

Com o Pequi também é assim. O fruto tem um perfume característico que assusta, ou seduz.  Eu particularmente adoro (quando voltei de Goiás nas últimas férias ,trouxe um pacote congelado e também a pimenta industrializada com o dito cujo).

O Koisa Nossa (Os Internacionais), da Mouraria, ou melhor, a Dona Eliene que sempre “bate o martelo” na escolha do prato concorrente, veio com o SAPEQUI KOISA NOSSA (Sarapatel de Moela com Pequi). Na verdade ele é feito, além da moela, de coração e fígado. E claro, Pequi. Mas ele é usado muito “de leve” no preparo, e com umas lasquinhas que podem ser saboreadas por quem, realmente, aprecia o “bichinho”. Segundo ela , foram consumidos mais de 200 quilos de “miúdos” de frango para atender os clientes em um mês de concurso ! Aprovadíssimo até para quem, infelizmente, ainda tem cisma com sarapatel.

DSCN5432[1]

 

A Paçoca de Aratu , servida com nachos (prato do patrocinador), está muito gostosa. Quem conhece os pastéis (especialidade do maior bar da Mouraria) que levam o aratu, sabe do que estou falando.

DSCN5434[1]

 

De quebra , para acompanhar os pratos, peça uma das roskas do bar. Sempre tem um bom drink, com fruta da estação, que compensa o “crime” ( se vc for dirigir, é óbvio) !

DSCN5437[1]

DONA ELIENE : A MENTORA DOS PRATOS DA “CASA” . TEM NA BAGAGEM UM TÍTULO E UM VICE CAMPEONATO, ENTENDE DO RISCADO

ABRAÇO

PANÇA CHEIA

SAUDAÇÕES !!! 

Salvador, 08 de maio de 15

Mais um , entre os 8 bares estreantes este ano, mostrou a que veio. O Armazém 25, na Vila Laura, é um “barzão” que se destaca por servir porções generosas e ter um cardápio vasto (para o padrão de bares de Salvador) que vai de caldos a moquecas. Ainda não conhecia. Veio com Fumeiro Imperador (Filé de Fumeiro com queijo coalho servido com coulis de abacaxi). Coulis, lê-se purê, rsrsrs.

Como a maioria dos bares estreantes , não ousou na criatividade mas compensou servindo um prato onde tudo se combina. Deve se manter com folga no concurso e inovar no próximo ano.

IMG_2339[1]

A Taíse , dona do buteco, não é “marinheiro de primeira viagem”. Ela é sobrinha de Dona Eliene (Os Internacionais, bar mais antigo da Mouraria e que está desde a primeira edição no concurso). Aprendeu a servir bem e conquistar o cliente pela qualidade dos pratos.

IMG_2341[1]

O destaque do bar, na preferência dos clientes, segundo a própria dona, está sendo o prato que concorre com ingrediente do patrocinador (nachos crocantes de milho). Não experimentei todos. Mas está entre os dois melhores que degustei. O petisco do Espaço da Neya (Temaki Hot) , ganhou um concorrente a altura : o Pastel recheado com Salmão e Cream Cheese servido com a Tortilla triturada do Armazém. Muito bom !

IMG_2340[1]

 

ABRAÇO

PANÇA CHEIA

SAUDAÇÕES !!!

Salvador, 04 de maio de 15

O King herdou do pai, nome e restaurante (na época , uma simples barraquinha) no Fim de Linha do Saboeiro. Com ele aprendeu a servir o cliente com esmero. O comerciante não larga o microfone , sempre brincando com quem está na mesa e convidando prá dar uma canja, já que o bar tem música ao vivo. Diga-se de passagem, no dia visitado, o Eduardo Pires (cantor da noite) mandou um “What a Wonderful World” na pegada de Louis Armstrong (oyeaaa).

DSCN5365[1]

O lugar tem mais pinta de restaurante. Estreou no Comida di Buteco com KOISAS DO KING (Iscas de Alcatra,aipim e abacaxi). Muito bem servido e a carne no ponto. O abacaxi podia ser melhor incorporado à receita, mas é totalmente perdoável por seu um bar que está estreando. O atendimento e fartura no prato compensam.

DSCN5366[1]

No dia o bar foi visitado por uma caravana de uma blogueira amiga, a Raiza,do www.BonecasnoButeco.com.br . Galera animada que marcou ponto em vááááários bares no dia.

DSCN5362[1]

ABRAÇO

PANÇA CHEIA

SAUDAÇÕES !!!

 

Salvador, 29 de abril de 15

A Neide (A Venda, Boca do Rio) é, salvo engano deste butequeiro, a única remanescente do primeiro concurso Comida Di Buteco, ao lado de dona Eliene (Koisa Nossa,  Os Internacionais da Mouraria).

Este ano ela veio com SALADA TROPICAL (Salada de bacalhau, com Cubos de Manga servida com Torradas). Vem com bastante bacalhau e sem exagero de manga (tava sozinho e só consegui comer a metade do prato). Tá saindo bem : 50 quilos por semana de bacalhau !!! Não consegui identificar,com certeza, mas acredito que o Bacalhau,é o Ling, um pouco mais claro que o Saithe.

DSCN5374[1]

A Venda é um bar que começou como uma barraquinha e hoje tem quase 20 funcionários. Cresceu graças ao cuidado da Neide com a cozinha, e com o bar, sempre com uma boa cachaça pronta prá virar caipirinha (longe das manjadas Pitus e 51s)

DSCN5383[1]

A Maniçoba é o carro-chefe da casa, ao lado da Carne de Fumeiro. Atendimento bacana, bem acima do padrão de Salvador.

DSCN5380[1]

Esta aí é a garçonete, a “Tana”, que “Jura”. que não tem esse apelido, rsrsrs

ABRAÇO

PANÇA CHEIA

SAUDAÇÕES !!!

 

 

Salvador, 28 de abril de 15

A noite de feriado de Tiradentes, foi produtiva. Matei dois butecos. Primeiro uma veterana ganhadora. A Neya , do Espaço da Neya, em Pernambués , fica dentro do Conjunto São Judas Tadeu. Já ficou entre os melhores bares nos petiscos e ganhou a melhor média de votos : votos absolutos/mesas. Este ano veio com o Morena Tropicana (Filé de Camarão ao molho Gorgonzola e Abacaxi, servido com batata rosette). O camarão vai pro abacaxi num molho branco. Bem legal.

Espaço da Neya.com_Morena Tropicana_Salvador_2015.

Neya é uma das participantes mais empolgadas com o concurso ! Sempre com um sorriso pronto e atenção voltada para o cliente, ela dá um show de simpatia. Abriu caminho para vários outros butecos no condomínio, quando instalou o dela, pioneiro, no meio dos prédios. Achei muito legal quando vi uma “concorrente” servir uma pizza para uma mesa dentro do bar : isso que é concorrência saudável.

IMG_2288[1]

 

IMG_2287[1]

 Ela é uma forte concorrente no prato do patrocinador , no caso, o salgadinho mexicano. Ela preparou um temaky hot, recheado de cream cheese e salmão, salpicado com o nacho. Uma bomba calórica saborosíssima.

Espaço da Neya.com_doritos

Rua Diógenes Alves, 144

Conj São Judas Tadeu

Pernambués

3460 0765

__________________________________________________________________

A saideira da noite foi no Espaço Belvedere, na Lapinha. O bar fica atrás da igreja e tem a Ayana e  Juvenal como os especialistas  em fazer um bom escondidinho. O de camarão é muito bom e participa do Panela de Bairro :

http://g1.globo.com/bahia/bahia-meio-dia/videos/t/edicoes/v/panela-de-bairro-aprenda-a-fazer-um-escondidinho-de-camarao-no-novo-quadro-do-bmd/4102780/

Mas o escondidinho porreta elaborado para o Comida di Buteco tem que levar fruta, exigência em 2015. E o “Ô Lá em casa” (tem carne seca com banana-da-terra  escondidas num purê de aipim). Tudo muito bem balanceado , no sal da carne ,  e no doce da banana. E bem cremoso também.

Belvedere da Lapinha_Ô Lá em Casa_Salvador_2014...

A Ayana e o Juvenal mandam bem na cozinha e atendimento com um som ao vivo maneiro com MPB de qualidade às sextas, sábados e domingos. A foto é de quando gravamos o Panela de Bairro.

IMG_2260[1]

 

Largo da Lapinha, 25

3241 7181

 

ABRAÇO

PANÇA CHEIA

SAUDAÇÕES !!!

Salvador, 25 de abril de 15